O sentido da visão é o mais ativado quando se trata de design de interiores, por este motivo, a harmonia visual dos elementos que comporão o ambiente é de grande importância.

Esta harmonia está presente nas cores, formas, texturas, proporções, iluminação e no estilo adotado para o determinado ambiente.

Podemos sim misturar estilos. Desta forma, tornamos o ambiente eclético e principalmente com a personalidade do morador quando em projetos residenciais ou, no caso de projetos comerciais e corporativos, com o perfil da empresa .

O importante e fundamental é não esquecer da harmonia e da linguagem a ser adotada para não correr o risco de ficar com cara de loja ou show room de móveis e decorações.

É aí que vemos a importância de se contratar um profissional da área para tornar o ambiente infinitamente do seu jeito mas muito bem pensado.

Aqui neste espaço do site, criamos um projeto para cada estilo (elegemos alguns dos mais usuais) para mostrar como um mesmo ambiente pode se transformar completamente dependendo do design de interiores e iluminação adotadas.

Utilizamos a planta de um loft que já fizemos e que está na nossa                           , para que você possa comparar e visualizar as transformações.

 
CLÁSSICO
CLÁSSICO

Neste estilo, os detalhes mais rebuscados inspirados nas eras dos Luíses, o dourado, tecidos adamascados, cortinas volumosas e peças de decoração em louça, bronze e mármore, caracterizam este estilo de “vestir” o ambiente. São ambientes com ares mais formais mas que podem receber acabamentos inusitados como a madeira crua e tecidos com estamparia mais contemporânea que contribuem para “quebrar” a seriedade e tornar o clássico menos rígido.

CLÁSSICO
CLÁSSICO

CLÁSSICO
CLÁSSICO

CLÁSSICO
CLÁSSICO

Neste estilo, os detalhes mais rebuscados inspirados nas eras dos Luíses, o dourado, tecidos adamascados, cortinas volumosas e peças de decoração em louça, bronze e mármore, caracterizam este estilo de “vestir” o ambiente. São ambientes com ares mais formais mas que podem receber acabamentos inusitados como a madeira crua e tecidos com estamparia mais contemporânea que contribuem para “quebrar” a seriedade e tornar o clássico menos rígido.

1/11
RÚSTICO
RÚSTICO

Aqui, quem dita as regras é o aconchego. Madeiras, fibras, tecidos e metais em suas formas naturais trazem para o ambiente rústico um ar mais despojado e acolhedor. Dentro deste universo, temos algumas variantes que tornam as composições mais características como fazendas, casas de campo ou mesmo um ar mais medieval e imponente. Com cores inusitadas, tecidos com estamparias alegres e tons mais claros nos acabamentos, trazemos mais leveza e contemporaneidade ao estilo.

RÚSTICO
RÚSTICO

RÚSTICO
RÚSTICO

RÚSTICO
RÚSTICO

Aqui, quem dita as regras é o aconchego. Madeiras, fibras, tecidos e metais em suas formas naturais trazem para o ambiente rústico um ar mais despojado e acolhedor. Dentro deste universo, temos algumas variantes que tornam as composições mais características como fazendas, casas de campo ou mesmo um ar mais medieval e imponente. Com cores inusitadas, tecidos com estamparias alegres e tons mais claros nos acabamentos, trazemos mais leveza e contemporaneidade ao estilo.

1/11
INDUSTRIAL
INDUSTRIAL

O estilo industrial tem um perfil mais urbano e contemporâneo. Linhas retas, matérias primas mais puras como o cimento, o metal e os encanamentos e tubulações aparentes, são característicos neste estilo. Aqui é bonito mostrar o que normalmente se esconde. É um estilo despido de recursos para tirar do campo visual tubulações e fios e, unindo os elementos de design, arquitetônicos e estruturais, com muita luz natural, este tem sido um estilo presente em muitos projetos contemporâneos.

INDUSTRIAL
INDUSTRIAL

INDUSTRIAL
INDUSTRIAL

INDUSTRIAL
INDUSTRIAL

O estilo industrial tem um perfil mais urbano e contemporâneo. Linhas retas, matérias primas mais puras como o cimento, o metal e os encanamentos e tubulações aparentes, são característicos neste estilo. Aqui é bonito mostrar o que normalmente se esconde. É um estilo despido de recursos para tirar do campo visual tubulações e fios e, unindo os elementos de design, arquitetônicos e estruturais, com muita luz natural, este tem sido um estilo presente em muitos projetos contemporâneos.

1/11
MINIMALISTA
MINIMALISTA

Aqui, menos é mais. Amplos espaços de circulação e mobiliário com linhas retas, simples e colorações neutras dão a personalidade dos ambientes minimalistas. Reflete uma pessoa prática. Tem um ar moderno e requintado o que nos leva à máxima que o simples é chic. Muito adotado em ambientes corporativos, comércios de lojas do vestuário e na arquitetura. Elementos com texturas naturais como a madeira e as fibras como o linho e as palhas trazem um pouco de “calor” para estes ambientes.

MINIMALISTA
MINIMALISTA

MINIMALISTA
MINIMALISTA

MINIMALISTA
MINIMALISTA

Aqui, menos é mais. Amplos espaços de circulação e mobiliário com linhas retas, simples e colorações neutras dão a personalidade dos ambientes minimalistas. Reflete uma pessoa prática. Tem um ar moderno e requintado o que nos leva à máxima que o simples é chic. Muito adotado em ambientes corporativos, comércios de lojas do vestuário e na arquitetura. Elementos com texturas naturais como a madeira e as fibras como o linho e as palhas trazem um pouco de “calor” para estes ambientes.

1/11
MODERNO
MODERNO

Ahh, o design, este é o espaço onde peças de design ganham destaque e fundem a arte com o funcional. Muitas vezes monocromático fornecendo o pano de fundo para peças com cores fortes e design Tapetes lisos, texturas mais limpas, madeiras lisas, vidro e metais são itens que tornam este um dos estilos mais adotados em ambientes urbanos.

MODERNO
MODERNO

MODERNO
MODERNO

MODERNO
MODERNO

Ahh, o design, este é o espaço onde peças de design ganham destaque e fundem a arte com o funcional. Muitas vezes monocromático fornecendo o pano de fundo para peças com cores fortes e design Tapetes lisos, texturas mais limpas, madeiras lisas, vidro e metais são itens que tornam este um dos estilos mais adotados em ambientes urbanos.

1/11
TEMÁTICO - ÁFRICA
TEMÁTICO - ÁFRICA

O estilo temático, como o próprio nome diz, usa como “norte” um tema pré definido que pode ser uma referência a países exóticos como a África por exemplo, hobbies como música, esporte, Natureza, épocas da história, etc... O importante aqui é causar o impacto e a sensação a quem entra no ambiente que está dentro de um lugar especial, com uma atmosfera diferenciada. Este estilo é muito usado em restaurantes, casas noturnas, lanchonetes, hotéis e em muitas residências para criar um clima especial.

AFRICANO
AFRICANO

AFRICANO
AFRICANO

TEMÁTICO - ÁFRICA
TEMÁTICO - ÁFRICA

O estilo temático, como o próprio nome diz, usa como “norte” um tema pré definido que pode ser uma referência a países exóticos como a África por exemplo, hobbies como música, esporte, Natureza, épocas da história, etc... O importante aqui é causar o impacto e a sensação a quem entra no ambiente que está dentro de um lugar especial, com uma atmosfera diferenciada. Este estilo é muito usado em restaurantes, casas noturnas, lanchonetes, hotéis e em muitas residências para criar um clima especial.

1/11
RETRÔ
RETRÔ

Túnel do tempo. Neste estilo, móveis e decorações, cores e padronagens, nos remetem a outras épocas. Os anos 50, 60 e 70 são os anos referenciados nestes ambientes. Móveis restaurados, recuperados de mercados de pulga ou mesmo de antiquários transformam os ambientes em verdadeiras janelas para o passado. Um ar saudosista mas bem humorado é o que reflete e encanta neste terreno de preciosidades garimpadas e expostas com muito carinho.

RETRÔ
RETRÔ

RETRÔ
RETRÔ

RETRÔ
RETRÔ

Túnel do tempo. Neste estilo, móveis e decorações, cores e padronagens, nos remetem a outras épocas. Os anos 50, 60 e 70 são os anos referenciados nestes ambientes. Móveis restaurados, recuperados de mercados de pulga ou mesmo de antiquários transformam os ambientes em verdadeiras janelas para o passado. Um ar saudosista mas bem humorado é o que reflete e encanta neste terreno de preciosidades garimpadas e expostas com muito carinho.

1/11
PROVENÇAL
PROVENÇAL

Vindo da região da Provença, ao sul da França, este estilo traz um DNA do estilo clássico porém mais leve por predominar o branco e os tons pastéis. Com um apelo mais feminino, este é o estilo preferido pelos românticos. Um ar leve e que se faz valer pelas curvas, flores e sutilezas nos detalhes. Este estilo ganhou variantes denominadas Cottage. Dentre elas estão o beach, o country, o rústico. Quer saber um pouco mais? Nos acompanhe nas mídias sociais!

PROVENÇAL
PROVENÇAL

PROVENÇAL
PROVENÇAL

PROVENÇAL
PROVENÇAL

Vindo da região da Provença, ao sul da França, este estilo traz um DNA do estilo clássico porém mais leve por predominar o branco e os tons pastéis. Com um apelo mais feminino, este é o estilo preferido pelos românticos. Um ar leve e que se faz valer pelas curvas, flores e sutilezas nos detalhes. Este estilo ganhou variantes denominadas Cottage. Dentre elas estão o beach, o country, o rústico. Quer saber um pouco mais? Nos acompanhe nas mídias sociais!

1/11
BOHO
BOHO

Quase um contraponto ao minimalismo, aqui, mais é sempre melhor ! Cores, texturas, plantas, muitas plantas. A inspiração nos anos 70, na cultura hippie, nas culturas orientais e super coloridas como os marroquinos e turcos. Tecidos e uma atmosfera pra lá de alegre e aconchegante são as principais características deste estilo. A liberdade de expressão, a liberdade de vida dos ciganos, a natureza, as boas vibrações e energias contaminam esses espaços. Materiais naturais e cores marcam este estilo.

BOHO
BOHO

BOHO
BOHO

BOHO
BOHO

Quase um contraponto ao minimalismo, aqui, mais é sempre melhor ! Cores, texturas, plantas, muitas plantas. A inspiração nos anos 70, na cultura hippie, nas culturas orientais e super coloridas como os marroquinos e turcos. Tecidos e uma atmosfera pra lá de alegre e aconchegante são as principais características deste estilo. A liberdade de expressão, a liberdade de vida dos ciganos, a natureza, as boas vibrações e energias contaminam esses espaços. Materiais naturais e cores marcam este estilo.

1/11